sábado, 8 de setembro de 2012

Raiva



Olhos vermelhos
Fitando no espelho
Um rosto sem mente
Uma raiva enervante,
Pulsando do fundo de meu ser.
Minha mente vazia
Não pode conter
Minha raiva enervante,
Pelos olhos do meu ser.

Olhos vermelhos
Fintando o fundo de meu ser
Onde uma raiva enervante,
Irracional, ignorante
Se esconde de você
Minha mente se cala
Quando a raiva se enerva
Vai se enervando sozinha
Se tornando raiva eterna
Maculada, sozinha
Nas profundezas do espelho do meu ser.


Thiago Grijó Silva

Um comentário:

  1. :/ esse não é um sentimento muito bom, pois, ele nos faz tomar atitudes muitas vezes incoerentes, e nos faz "machucar" pessoas próximas a nós, mas, sei também que você sabe controlar bem suas emoções, você não desconta suas frustrações em terceiros, ao invés disso, as transforma em textos profundos e bonitos como esse aí, embora, você esteja machucado por dentro.

    ResponderExcluir