sexta-feira, 19 de agosto de 2011

O Quinto Cavaleiro




Trago a vantagem
Nesta época tardia.
Ofereço-te o melhor
Para que tenhas um apreço
Pela minha serventia.
Muito prazer
Eu sou a Conquista!









Trago a espada
Nesta época sombria.
Ofereço-te o sangue
Para que proclames meu nome
Ante os falsos profetas.
Muito prazer
Eu sou a Guerra!




Trago a balança
Nesta época sem esperança.
Ofereço-te o prato vazio
Para que sempre tenhas a mesa
A fartura de não ter.
Muito prazer
Eu sou a Fome!





Trago a gadanha
Nesta época sem sorte.
Ofereço-te meu nome
E quem sabe o inferno
Que me segue de perto.
Muito prazer
Eu sou a Morte!






Trago estes nomes
Na minha historia vivida.
Ofereço-me a Fome, a Morte
A Guerra e a Conquista
Sou vitima e propagador
Destes nomes.
Muito prazer
Eu sou o Homem!








Thiago Grijó Silva

3 comentários:

  1. Show Grijo!!!
    Tah certo o homem traz tdas as maldades dos 4 cavaleiros do inferno... XD
    Continue publicando mais!

    ResponderExcluir
  2. Continue escrevendo Poetaa da Sombraaa !!

    ResponderExcluir
  3. Perfeito... O homem resume, infelizmente, essas quatro palavrinhas que você poeta, soube sabiamente colocar. Lindo e realístico poema. Parabéns!!!.... Beijos Gis.

    ResponderExcluir